ATUALIZE-SE COM O IMB

Encontre nessa página notícias relevantes do meio jurídico

“O Psicopata e a Resposta Penal” é o tema da nova Webinar do IMB
Fonte: IMB / Foto: Divulgação
Data: 24/07/2020

O Instituto dos Magistrados do Brasil-IMB realizará, na próxima terça-feira, dia 28, às 17h, a webinar “O Psicopata e a Resposta Penal”, com transmissão pelo aplicativo Zoom. Coordenado pelo Presidente do IMB, Desembargador Fábio Dutra, o evento terá como palestrante o Dr. Ricardo de Oliveira Souza, que é neuropsiquiatra. Atuarão como debatedores o Diretor Literário do IMB, Desembargador Eduardo Mayr, e a Procuradora Tânia Marchewka (MPDFT).

 

Estando conectado à internet, o participante poderá acessar, através de sua conta do aplicativo Zoom, e depois entrar no evento pelo link https://zoom.us/j/99669142210?pwd=bCtDWityNW5UeDJrTktTMVZXUXhPZz09, ou usando o ID 996 6914 2210, com a senha 750106, através de celular ou do computador.


O palestrante, Dr. Ricardo de Oliveira Souza, é graduado em Medicina pela Escola de Medicina e Cirurgia (1980), Residência, Especialização, Mestrado e Doutorado em Neurologia e Especialização em Neuropsiquiatria, Pesquisador do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor) e Professor Adjunto de Neurologia e Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Fundador e Presidente eleito para o Biênios de 1979 a 1980 e de 1988 a 1990 do Instituto, o Desembargador Eduardo Mayr é Bacharel em Direito pela então UEG, hoje UERJ, onde cursou Doutorado, acumulou as atividades de fundador e Presidente da Sociedade Brasileira de Vitimologia e se destacou nos vários órgãos de classe, como Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amaerj) e Associação Nacional dos Desembargadores (Andes). Dentre as principais funções exercidas, destacam-se atividades docentes em diversas instituições do Estado do Rio de Janeiro. Quando Magistrado, atuou em todas as áreas do Direito, notadamente Penal e Processo Penal. Após se aposentar como magistrado, em 30 de abril de 2008, por imperativo constitucional, fundou o escritório Eduardo Mayr & Advogados Associados.


A Procuradora Tânia Marchewka, que também é pesquisadora de assuntos relativos às pessoas portadoras de transtornos mentais, possui graduação em Direito pela UFRJ (1981), Mestrado em Direito Penal (1991) e Doutorado em Direito (2002) pela Universidade Gama Filho, Doutorado em Ciências Unifesp (2016). É especialista em: Direito Sanitário, Serviços em Saúde Mental UNB e Saúde Mental e Qualidade de Vida no Hospital Geral (2003 a 2005) UNIFESP. Procuradora de Justiça aposentada do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (2018), ex-Membro do Conselho Superior MPDFT (2017), ex-Membro da Comissão Permanente de Saúde do CNPGJ, fundadora e ex-professora da Fundação Escola Superior do MPDFT, ex-Coordenadora do Setor de Aperfeiçoamento e Capacitação dos Membros do MPDFT, ex-Coordenadora da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão da Ordem Jurídica Cível Especializada em Saúde, Idoso e Deficiente, do Projeto Portal Direito e Saúde do MPDFT, Presidente da Associação Brasileira dos Professores de Ciências Penais, Pesquisadora no campo do Direito Penitenciário e da Saúde Mental. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Ciências Penais, Criminologia e Direito e Saúde e, após a aposentadoria do Ministério Público, voltou a advogar.

topo